PEC das Bondades: é divulgado o dia que os pagamentos começam a ser feitos

A PEC das Bondades está avançando e foram divulgadas as datas dos pagamentos dos benefícios. Confira quando será pago!
PUBLICIDADE

A chamada PEC das Bondades está tramitando há algum tempo e muitas pessoas já perderam a esperança da sua aprovação. 

No entanto, esta PEC deve finalmente ter a sua aprovação e as faltas do começo dos pagamentos foi divulgada recentemente. Confira a seguir a partir de quando estes pagamentos passarão a ser feitos: 

A partir de quando serão realizados os pagamentos da PEC das Bondades 

De acordo com as últimas informações divulgadas sobre a chamada PEC das Bondades, deve começar a repassar os pagamentos dos benefícios que terão alterações  a partir do dia 9 de agosto.

PUBLICIDADE

Esta informação foi dada na última quarta-feira, dia 13 de julho, pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), que alegou que os novos benefícios sociais serão pagos  a partir desta data. 

A aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que está tramitando, decretou um estado de emergência no país, isto é realizado para que se escape da lei eleitoral que impõe algumas regras referentes aos benefícios sociais. 

Além disso, com a aprovação da PEC, é possível escapar de regras fiscais que permitam que este benefícios tenham um aumento.  

PUBLICIDADE

Esta medida tem sido aguardada por muitos brasileiros, visto que o país enfrenta uma grave crise econômica e muitas famílias têm entrado para a linha da pobreza e extrema pobreza. 

Com este aumento, benefícios como Auxílio Brasil e Vale Gás, que são destinados às famílias de baixa renda, terão um aumento significativo. 

No entanto, é importante lembrar que o calendário de pagamentos do Auxílio Brasil continuará o mesmo, tendo o seu pagamento previsto para o dia 18 do próximo mês.

PEC das Bondades: o que é 

A chamada PEC das bondades faz parte de um plano do atual presidente da república, que unida a outras estratégias, busca impulsionar a campanha eleitoral que acontece ainda este ano.

A PEC que autoriza gastos que chegam a R$41,2 bilhões teve a sua aprovação na última quarta-feira, dia 13 de julho. Vale ressaltar que este é um valor além do teto de gastos que já estavam previstos. 

O investimento na PEC das Bondades para:

PUBLICIDADE

R$ 21,6 bilhões com o aumento de R$ 200,00 do Auxílio Brasil;

R$ 5,4 bilhões com o “vale caminhoneiro”; 

R$ 1,5 bilhão com o vale-gás adicional;

R$ 2,5 bilhões, caso  a gratuidade do transporte coletivo para idosos avance; e 

R$ 3,8 bilhões para o subsídio do etanol.

Leia Mais

Carregando cartão…